Área Restrita

Curiosidades e Informações

Home > Curiosidades e Informações > Etiquetas de Roupas não podem ser cortadas

Etiquetas de Roupas não podem ser cortadas

Pesquisa mostra que a maioria dos consumidores joga fora as etiquetas e perde as informações sobre como lavar e passar as roupas.

As etiquetas estão em todas as peças, bem costuradas. Mas antes mesmo de estrear as roupas, 77% dos consumidores brasileiros dão às etiquetas o mesmo destino: "Corto porque incomoda".


Para o lixo vão também todas as informações sobre como conservar as roupas na hora de lavar, secar e passar.


O consumidor corre o risco de estragar a roupa. O símbolo vai traduzir justamente o procedimento correto para cada um desses processos.


A maioria da população não dá atenção a isso: Mistura vários tipos de roupa na máquina de lavar: O que causa acidentes, as roupas ficam manchadas.


As informações sobre a conservação das peças nas etiquetas passaram a ser obrigatórias em 2005. As indicações podem vir por desenhos, textos ou os dois.

Mas de acordo com o Instituto de Pesos e Medidas, o órgão que fiscaliza o cumprimento da lei, 95% das confecções preferem adotar os símbolos, uma linguagem universal em vários países, mas que na prática ainda causa confusão nos consumidores.


Algumas lavanderias não aceitam reclamações se a etiqueta da peça tiver sido retirada. De acordo com a Abravest, a partir do ano que vem as etiquetas vão trazer também informações sobre as medidas da peça, como a largura da cintura. Essa medida faz parte de um processo de padronização do tamanho das roupas, que está sendo implantado no país.

Conheça!

Trabalhe Conosco

Projetos RH

Newsletter

Envie seu e-mail e receba nossos informativos

Copyright © 2009-2012 GRUPO CORAL. Todos os direitos reservados.